Em uma conjuntura de competição acirrada, a informação tem sido o maior tesouro das organizações. Ganham destaque as companhias que usam seus dados ao próprio favor de maneira veloz.

Nesse contexto, a solução em nuvem, dia após dia, está ocupando mais espaço no mercado corporativo. Isso acontece por causa de sua imensa capacidade de guardar, interpretar e disponibilizar os conteúdos.

Por isso, o investimento na cloud computing para empresas será crucial. Quer saber mais? Então acompanhe neste post cinco benefícios incríveis desse sofisticado método para a melhora da gestão. Confira!

1. Customização e flexibilidade

A aptidão para se adaptar rapidamente aos novos cenários é a chave para o sucesso na era da tecnologia. Desse modo, a empresa precisa ajustar a sua produção ao gosto de seus clientes, mesmo que eles mudem constantemente de opinião.

Além disso, é fundamental criar táticas para conquistar novos públicos. Isso exige uma habilidade de articulação e transformação.

Nesse sentido, a solução em nuvem traz como vantagem o armazenamento ilimitado de dados sem a necessidade de baixar arquivos nem aplicações no computador. Uma conexão com a Internet é suficiente para aderir a essa resposta tecnológica. Assim, é viável fazer grandes mudanças com facilidade e rapidez.

Afora isso, os recursos convencionais carecem de processos demorados e caros: análise de compra do software, instalação, testes, manutenção de equipamentos etc. Já um fornecedor de cloud computing para empresas propicia as ferramentas essenciais em minutos. Desse modo, uma migração que levaria meses pode ser concluída em dias.

A nuvem é muito vantajosa para apontar novas oportunidades. Também é bastante recomendada às empresas com picos sazonais. Com ela, os dados podem aumentar ou diminuir drasticamente sem nenhuma preocupação ou entrave.

Por essa razão, novos instrumentos, processos e aplicações podem ser anexados à base inteira da organização simultaneamente. Se for necessário, é bem simples remover as ferramentas que tenham caído em desuso.

Nesse sistema, você encontra servidores de arquivos com alta escalabilidade, elasticidade e disponibilidade sem modificar a experiência das interfaces a que os usuários já estão acostumados.

2. Aprimoramento do fluxo de trabalho

Quem está à procura de um instrumento que proporcione aumento de produtividade deve pensar na solução em nuvem como saída. Com essa tecnologia, é fácil criar históricos de todas as alterações e implementar tarefas colaborativas, práticas essenciais para o aprimoramento dos processos.

Quando a companhia mantém uma estrutura própria de gestão de dados, isso toma muito espaço na agenda da equipe de Tecnologia da Informação (TI). Afinal de contas, o grupo tem que se dedicar a problemas secundários, como backups e manutenção de hardwares e de aplicações, entre outros.

Com a cloud computing, porém, é completamente viável automatizar funções como essas. Assim, sobra mais tempo para o time de TI se concentrar em respostas de informática que atendam às exigências do negócio de forma mais estratégica.

Esse sistema também oferece funcionalidades de monitoramento para a análise das informações de desempenho. Desse modo, a organização enxerga com mais nitidez e agilidade os pontos do workflow que demandam aprimoramento. Não há nada mais indicado para a otimização da linha produtiva.

Esse método de tratamento de dados consegue suportar com muita tranquilidade picos de acesso em caso de hot sites promocionais. Outro benefício é o balanceamento da carga de navegação, sempre privilegiando o melhor conforto dos clientes.

Além disso, é possível hospedar com completa segurança as plataformas de e-commerce e suas aplicações, como encomendas virtuais, pagamentos on-line, reserva de diárias em hotéis, locação de automóveis, emissão de boletos, entre outras.

3. Redução dos custos

Um dos grandes desafios dos profissionais de TI é refinar a estrutura tecnológica e, ao mesmo tempo, fazer isso com cada vez menos recursos financeiros.

A cloud computing é uma técnica que propicia ambas as vantagens. A queda nos gastos é evidente, pois esses serviços são terceirizados, de modo que a organização não tem despesas com atualizações, helpdesks e licenças.

Nesse modelo, as permissões e a estrutura são fornecidas pela prestadora do serviço, sendo que o contratante paga apenas uma parcela mensal pelas funcionalidades de que desfrutar.

É possível, por exemplo, desligar e religar algumas aplicações aos finais de semana, sem nenhuma ameaça para as operações, e diminuir seu investimento em até 50%.

Como os arquivos podem ser consultados digitalmente de qualquer lugar e hardware, é fácil ainda economizar com as impressões. Isso porque todo o estafe terá como encontrar o que quiser no ambiente on-line.

4. Aumento da segurança

Os analistas de TI sabem muito bem a importância de resolver problemas técnicos de jeito breve, isto é, restabelecendo o sistema o mais rápido possível. Afinal de contas, é preciso assegurar a estabilidade da rede e protegê-la de invasões e outros riscos.

Essa questão da proteção dos dados, invariavelmente, tem um peso enorme no sucesso de um negócio. Empresas sujeitas aos ataques cibernéticos podem sofrer perdas incontáveis, principalmente quando o tema são os segredos industriais.

Além disso, essas intercorrências de origem externa são capazes de paralisar as operações, uma ameaça gigantesca à situação financeira.

Nesse quadro, o tratamento de dados em nuvem proporciona total segurança para as companhias, pois os fornecedores contam com profissionais especializados nesse quesito.

Desse modo, as melhores fornecedoras de cloud realizam rotinas de backup para manter o histórico de dados inviolável. Pelo menos três cópias são feitas em servidores diferentes, sendo que eles podem ser pesquisados digitalmente.

Além disso, o cliente conta com o SLA (Service Level Agreement ou Acordo de Nível de Serviço), documento indispensável em qualquer contrato de TI. Ele traz especificações mensuráveis e objetivas sobre todos os serviços, como metas, suporte técnico, prazos etc.

Trata-se de um importante informativo sobre o contrato, que vai oferecer mais tranquilidade para a empresa e deixá-la resguardada contra os vazamentos e as perdas de informes.

5. Mobilidade

Muitas companhias desperdiçam chances de crescimento simplesmente por causa da incapacidade em acessar suas próprias informações no ritmo que o empreendimento requer. Conteúdo que não está 100% disponível é sinônimo de tempo e de dinheiro jogados fora.

Se você sofre com isso, a solução em nuvem também pode proporcionar uma eficiente resposta. Isso porque esse sistema disponibiliza a consulta de dados em horários exóticos — de madrugada, à noite e aos finais de semana — a partir de qualquer lugar ou dispositivo.

Além das pesquisas, os colaboradores têm como editar e monitorar essas bases de maneira remota. Eles conseguem executar esses afazeres sem o uso de HDs externos, pendrives ou outras estruturas físicas.

Isso dá uma enorme mobilidade, pois os profissionais não são mais obrigados a ficar na sede durante todo o expediente. Assim, sobra mais tempo para atividades estratégicas como visitas a novos clientes, viagens para explorar novos mercados, encontro de soluções inéditas em determinado setor etc.

A cloud computing para empresas, portanto, influencia positivamente no desempenho corporativo. Desse modo, os processos se tornam mais ágeis, menos custosos e mais seguros.

Por meio dessa tecnologia, a companhia melhora o sistema comunicacional, integra os departamentos e promove a inovação. Esses elementos são essenciais para a disputa de mercado.

Gostou do nosso post? Quer saber mais? Então entre em contato com a Multiedro!