A computação em nuvem é uma tecnologia que vem se tornando bastante popular no mercado. Ela possibilita distribuir e compartilhar recursos computacionais remotamente, tudo sob demanda do negócio. Com isso, as empresas contam com uma plataforma de desenvolvimento de aplicações, espaço para armazenamento, entre outros, dependendo do tipo de infraestrutura de cloud computing aderido na organização.

Os serviços da computação em nuvem operam no modelo de contratação sob demanda. Isso significa que a empresa é capaz de ter um controle maior sobre os seus recursos, evitando gastar mais do que o necessário. Dessa forma, conhecer o mínimo a respeito dessa tecnologia é essencial para alcançar os melhores resultados.

Por isso, continue a leitura e confira os 4 principais tipos de infraestrutura da computação em nuvem e direcione os seus recursos com maior eficiência!

1. IaaS – Infraestrutura como Serviço

O IaaS é um tipo de infraestrutura de cloud computing que é bastante valiosa para as empresas. Assim, elas conseguem adquirir apenas os recursos necessários para o seu modelo de negócio. Isso permite um serviço completo sob demanda, auxiliando na redução de gastos e na potencialização dos resultados.

A infraestrutura como serviço disponibiliza os componentes básicos de TI em nuvem. Isso dá uma série de benefícios às empresas, como acesso a armazenamento de dados remoto, mais flexibilidade e maior autonomia.

2. PaaS – Plataforma como Serviço

A possibilidade de gerenciar e armazenar as suas aplicações remotamente é essencial para melhorar os seus resultados. Dessa forma, esse tipo de cloud computing, o SaaS, funciona como uma plataforma de programas e desenvolvimento com componentes da computação em nuvem.

Com essa solução, as organizações podem direcionar os seus esforços na implementação e gerenciamento das suas aplicações. Consequentemente, essa ação traz vantagens consideráveis para o negócio, como maior eficiência e redução de erros.

3. SaaS – Software como Serviço

As soluções em nuvem possibilitam que as empresas utilizem os recursos de cloud computing para disponibilizar um serviço completo aos seu público. Inicialmente, o produto de software é inserido nos servidores em nuvem, possibilitando que a aplicação se comunique com os usuários. Isso permite que eles consigam operar o programa virtualmente, otimizando a praticidade de uso.

Entre os principais benefícios dessa infraestrutura de cloud computing, temos:

  • maior facilidade de implementação;
  • maior acessibilidade e segurança para os usuários;
  • integração otimizada do software com as demais ferramentas;
  • despesas e custos de manutenção e atualização menores.

4. Nuvem pública, privada e híbrida

Além do que foi mostrado, a infraestrutura de cloud computing também pode ser dividida em três tipos de nuvem diferentes.

Nuvem pública

Essa infraestrutura é fornecida por uma empresa provedora que detém a responsabilidade sobre o serviço de hospedagem, manutenção e gestão sobre todos os dados e informações dos seus usuários. Assim, as empresas conseguem um servidor compartilhado, possibilitando reduzir consideravelmente os seus custos, de modo a pagar apenas pelo que for necessário.

Nuvem privada

Apesar de ter algumas semelhanças com a nuvem pública, o modelo privado é direcionado para empresas que precisam de provedores especializados e exclusivos para o seu negócio. Dessa forma, não existe o compartilhamento ou a divisão de custos. Essa solução é ideal para médias e grandes organizações no mercado, principalmente aquelas que precisam de uma proteção de dados mais robusta.

Nuvem híbrida

A nuvem híbrida é uma junção dos dois modelos anteriores. Dessa forma, as empresas podem contar com os benefícios das duas soluções, possibilitando um misto de proteção avançada para dados importantes e o compartilhamento de servidores para informações mais comuns.

Pronto! Agora você já conhece os principais tipos de infraestrutura de cloud computing! As soluções de computação em nuvem são uma tendência no mercado e que vem crescendo constantemente. Os benefícios que essa tecnologia traz, como redução de custos e maior desempenho são essenciais para o crescimento das empresas. Dessa forma, a estimativa é que até 2020, 70% das organizações já utilizem esse tipo de solução como uma estratégia de negócio.

Aproveite para compartilhar este artigo em suas redes sociais para que os seus amigos e conhecidos também vejam a importância desse investimento!