Conheça 4 riscos cibernéticos mais comuns nas empresas

4 minutos para ler

O mercado está caminhando a passos largos rumo à plena transformação digital. Com os incríveis benefícios das tecnologias, diversas empresas estão aumentando consideravelmente a qualidade de seus resultados e alcançando o sucesso com mais eficiência. Por isso, a questão da segurança de dados se tornou um assunto extremamente importante, ainda mais ao considerar os principais riscos cibernéticos.

Há uma série de golpes e procedimentos maliciosos que pode comprometer totalmente a operação de uma empresa que depende da tecnologia para suas atividades. Por isso, é fundamental ter conhecimento sobre os principais riscos para evitá-los e garantir a integridade de seus dados.

Neste texto, separamos 4 principais riscos cibernéticos nas empresas para você aprender a proteger seu negócio. Confira!

1. Ataque de senha

O ataque de senha é um método bastante comum, utilizado pelos cibercriminosos. Para isso, o invasor tenta adivinhar ou quebrar as senhas e conseguir acesso ao sistema. Essa prática pode ocorrer de diversas formas, como por meio da “força bruta de tentativa e erro”.

Nesse método, um programa roda infinitas vezes até adivinhar a senha do usuário — mesmo que isso leve algum tempo. Outra prática muito usada para esse ataque é por meio de keyloggers, que servem para captar todas as teclas digitadas pelo usuário e, então, roubar suas senhas.

Para lidar com esse tipo de problema, é fundamental contar com um sistema de login que bloqueie o acesso do usuário caso ele erre a senha após algumas tentativas. Além disso, o investimento em softwares de proteção, como antivírus e firewalls é uma excelente alternativa para evitar a contaminação das máquinas.

2. Malware

Outro risco cibernético bastante perigoso são os malwares. Eles são arquivos infectados que facilitam a invasão dos cibercriminosos de diversas maneiras, como com o acesso remoto às máquinas, ou por meio do monitoramento de suas ações. Ainda, os malwares também são responsáveis pelo envio de dados confidenciais dos computadores.

Porém, esse método tem uma grande falha: ele depende exclusivamente do erro dos usuários para infectar um computador. Para isso, é fundamental fortalecer sua cultura de segurança cibernética para conscientizar os colaboradores sobre as melhores práticas na hora de evitar invasões e vazamento de dados.

3. Phishing

O Phishing é um grande risco cibernético, ainda mais para empresas com vários colaboradores. Aqui, o invasor tentará parecer alguém de confiança das vítimas, como um conhecido ou algum órgão público. 

Dessa forma, eles criam um assunto tentador ou de urgência para que as pessoas não tenham tempo de refletir sobre o conteúdo, ouriçando a curiosidade das potenciais vítimas. Basta abrir um arquivo anexado ou acessar um link para a vítima ter sua máquina infectada.

Normalmente, o phishing utiliza o e-mail como método de comunicação com as possíveis vítimas. Porém, em alguns casos, os invasores optam por alternativas como o SMS. Por isso, sempre suspeite de qualquer conteúdo, principalmente spams.

4. Ransomware

O ransomware é uma versão de malware que, ao contrário de apenas roubar dados dos computadores, cria uma versão criptografada de todas as informações armazenadas na máquina. Com isso, os usuários ficam impossibilitados de utilizar o computador ou acessar qualquer arquivo.

Ele funciona como uma espécie de sequestro virtual. Ao infectar uma máquina, será exigido um pagamento para o resgate dos dados. Por envolver uma criptografia avançada, dificilmente é possível reverter as máquinas ao estado anterior à infecção.

Pronto! Agora que você conheceu os principais riscos cibernéticos, é possível começar a planejar meios mais eficientes de proteger seus ativos e garantir o funcionamento de suas operações. 

Quer saber melhor como proteger o seu negócio? Confira nosso artigo sobre como diminuir os riscos de segurança da informação e aprenda mais sobre esse importante assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This