Shadow IT: como lidar com esse fenômeno dentro das empresas?

3 minutos para ler

A Shadow IT se refere ao uso de sistemas da informação que não foram implantados pela equipe de TI da organização. Por não haver comprovação quanto ao nível de segurança, essas ferramentas colocam as empresas em risco ao exporem seus dados sensíveis a utilizadores desconhecidos.

Além disso, fica difícil acompanhar a produtividade da equipe quando o trabalho é delegado a programas não autorizados, que podem até comprometer a idoneidade da organização quando usados sem licença. Continue a leitura e saiba como a sua instituição pode controlar esse problema!

Melhore o monitoramento interno

O monitoramento de rede é uma das estratégias mais essenciais para enfrentar a Shadow IT dentro das organizações, pois permite identificar atividades suspeitas e dispositivos desconhecidos que estão usando os dados da empresa em desacordo com as normas estabelecidas pelo departamento de TI.

Um monitoramento eficaz deve ser incorporado à rotina da empresa por meio de programas que fazem o escaneamento de vulnerabilidades na rede. Quem usa o Google Cloud Platform tem a vantagem de contar com uma ferramenta administrativa que executa essa e outras funções de segurança, para que você controle seus dados corporativos com mais facilidade.

O monitoramento também é benéfico porque ajuda a empresa a entender por que os colaboradores se rendem a essas ferramentas e preencher essas demandas com opções mais seguras.

Classifique o nível de risco da Shadow IT

Nem todo programa ou serviço de terceiros são automaticamente ruins, e alguns até podem ser úteis para a produtividade da sua equipe. A classificação de riscos é necessária porque ajuda a separar tecnologias seguras daquelas que realmente oferecem algum nível de dano, para que o TI possa gerenciá-las com mais eficiência.

Para isso, basta fazer uma avaliação de segurança com os recursos que você já utiliza para esse fim, de forma a descobrir quais usuários e dispositivos estão trafegando pela sua rede. A partir disso, você saberá quais ferramentas de terceiros devem ser bloqueadas e quais podem ser usadas para otimizar o trabalho na empresa.

Ofereça alternativas seguras

A Shadow IT está muito relacionada à necessidade dos colaboradores de contar com ferramentas que facilitem a sua rotina, ao fornecerem informações onde quer que estejam. Por isso é tão importante que o departamento de TI ofereça alternativas que garantam essa acessibilidade sem comprometer a segurança da empresa.

Além disso, é preciso orientar as equipes sobre como os softwares não autorizados podem ameaçar a segurança da empresa, pois proibir esses acessos sem uma explicação vai apenas encorajá-las a usá-los escondido. Assim, crie diretrizes com listas de aplicativos seguros e as boas práticas que devem ser adotadas durante a sua utilização.

Quando a Shadow IT foge de controle, é fundamental procurar a ajuda de empresas especializadas em serviços de TI, pois são elas que oferecem todo o suporte necessário para enfrentar o problema e garantir que os seus dados corporativos estejam sempre a salvo.

Quer acompanhar as novidades mais importantes para a rotina das empresas? Então assine agora mesmo a nossa newsletter e receba mais conteúdos exclusivos como este diretamente no seu e-mail!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This