Nuvem híbrida: o que é, como funciona e quais são suas vantagens?

4 minutos para ler

As soluções de cloud computing estão consolidadas no mercado. Muitas empresas já aproveitam dos benefícios dessa tecnologia como meio de otimizar seus processos e elevar a qualidade dos resultados alcançados.

Nesse sentido, a combinação de serviços privados e públicos de cloud computing, denominado de nuvem híbrida, conquistou o seu espaço entre as empresas. Essa solução possibilita a movimentação de dados e aplicações entre os dois ambientes, trazendo muitas vantagens às empresas.

Continue acompanhando e veja como funciona a nuvem híbrida, para que ela serve e quais são seus benefícios. Confira!

Como a nuvem híbrida funciona?

A adoção de uma nuvem híbrida surge a partir da necessidade do tratamento de dados das empresas. Assim, informações delicadas e sigilosas — como transações financeiras, dados pessoais, serviços críticos e estratégicos — podem ser manipulados de forma privada e segura.

Por outro lado, os serviços públicos e não confidenciais podem ser tratados de forma pública e aberta. Isso significa que todos os dados que exigem uma proteção mais robusta ficam resguardados contra possíveis ameaças.

Em contrapartida, a empresa consegue aproveitar os benefícios oferecidos pelos serviços de computação em nuvem pública, como redução de custos e escalabilidade quase ilimitada.

Para que ela serve?

A cloud híbrida tem como objetivo o aprimoramento dos recursos já existentes, favorecendo a agilidade e economia nas empresas. Essa tecnologia é fundamental para a confidencialidade de dados na nuvem privada enquanto adiciona mais rapidez ao processamento, largura de banda e armazenamento encontrado nas soluções públicas.

O uso de redes de área local, ampla, ou privada (LAN, WAN e VPN respectivamente) são usadas para conectar diferentes computadores. Dessa forma, as nuvens privadas e públicas conseguem funcionar como parte de uma cloud híbrida.

Com um software de gestão, é possível alocar os recursos necessários em um ambiente onde essas aplicações serão executadas para então serem provisionadas com o auxílio de um sistema de autenticação.

Por isso, é mais fácil definir a cloud computing em nuvem híbrida com base em suas capacidades, como:

  • conexão de diferentes máquinas em uma rede;
  • consolidação de recursos de TI;
  • escalamento horizontal;
  • migração de cargas de trabalho entre ambientes.

Quais são suas vantagens?

Contar com a nuvem híbrida é fundamental para as empresas lidarem melhor com uma demanda crescente de computação e processamento que vão além dos recursos e dos datacenters locais. Devido às suas características, a cloud híbrida traz ótimos resultados em relação ao período necessário para instalar e gerenciar os servidores — além de ter um custo muito inferior.

Sua alta flexibilidade é fundamental para as empresas que passam por picos de demanda. Por meio do uso das nuvens privadas, é possível executar a carga de trabalho e utilizar a nuvem pública apenas quando existir um pico de utilização. A cloud híbrida é uma alternativa rentável para as organizações acessarem dados sensíveis e manterem suas informações confidenciais em um ambiente totalmente seguro.

Pronto! Viu como a nuvem híbrida é muito vantajosa para as empresas melhorarem seus resultados? Essa tecnologia está em ascensão no mercado e, por isso, é uma grande tendência para os próximos anos. Conhecer sua funcionalidade e seus impactos é fundamental para aderir à transformação digital em seu negócio.

Gostou deste texto? Aproveite, então, e comece a seguir nossa página no Facebook para acompanhar mais conteúdos como este!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This