A cloud computing inaugurou uma era da revolução digital. Isso porque tal recurso trouxe um acesso facilitado e proteção ao armazenamento e uso de aplicações, fatores que pesam muito na estratégia de um negócio atualmente. E nesse sentido, saber como funciona a Google Cloud Platform pode ser sinônimo de melhores soluções.

Os diferenciais da plataforma da gigante da tecnologia são a velocidade, segurança e escalabilidade. Assim, as aplicações alcançam um melhor desempenho, o que ajuda as organizações na disputa pela atenção dos consumidores (cada vez mais dispersos e sem tempo).

E a razão é simples: haverá mais condições de competitividade no nicho virtual e no mobile commerce — que está em acelerada ascensão.

Quer saber mais sobre o assunto? A seguir, veja os benefícios que a Google Cloud Platform pode trazer às suas operações corporativas!

Entenda o conceito

Google Cloud Platform (GCP) é um grupo de soluções e aplicações da empresa norte-americana de mesmo nome que ajuda a executar blocos de serviços em nuvem. Nela, há elevado desempenho, proteção e rapidez.

Os web apps ganham um back-end — sistema que atua por trás de uma aplicação, isto é, coordena as regras de funcionamento de um recurso informático — mais estruturado e passível de ampliação em larga escala.

A GCP pode funcionar em hardwares próprios de empresas. Os serviços são comercializados sob medida, sendo que você tem a liberdade de contratar apenas os recursos de seu interesse.

É possível aumentar o controle no gerenciamento das operações, bem como obter saídas completas e protegidas para a cloud storage. Isso vale inclusive para armazenamentos customizados às necessidades de cada cliente.

Além da guarda segura de dados, a Google Cloud Platform oferece facilidades para o desenvolvimento de aplicativos. Assim, fica bem mais rápido, econômico e seguro elaborar, por exemplo, um sistema direcionado ao controle da carteira de clientes que sirva para aprovar automaticamente as vendas e concentrar o acervo da companhia em um só lugar.

O aplicativo de música Spotify utiliza a GCP para ofertar uma alta disponibilidade a seus usuários. Esse investimento permitiu um suporte informático que reúne atributos como eficácia, agilidade e exatidão de informações.

São encontrados três estilos de serviços na GCP, sobre os quais falaremos a seguir. Acompanhe!

SaaS

O SaaS (Software as a Service ou Software como Serviços) é um grupo de aplicações terceirizadas acessíveis por meio dos navegadores, como o G Suite. Nessa faixa de recursos, estão o Gmail e os softwares CRMs (Customer Relationship Management ou Gestão de Relacionamento com o Cliente), como o Pipedrive e o Salesforce.

O sistema SaaS é econômico, já que não é necessário adquirir todas as licenças. O cliente pode pagar uma mensalidade, escolhendo apenas os instrumentos tecnológicos que forem úteis a ele.

PaaS

Já a camada PaaS (Platform as a Service ou Plataforma como Serviço) oferece componentes de softwares aos desenvolvedores. Assim, a empresa consegue trabalhar com base em códigos de aplicação pré-configurados, o que reduz o número de codificações necessárias à produção de um app próprio. Aliás, essa camada serve justamente para companhias que preferem aplicações exclusivas.

A PaaS oferece, ainda, as diversas qualidades dos sistemas cloud, como escalabilidade, acessibilidade e funcionalidades diversas. Mais um ganho importante é o serviço de Business Intelligence, que ajuda a transformar dados desordenados em informações ricas para a estratégia do negócio.

IaaS

IaaS (Infrastructure as a Service ou Infraestrutura como Serviço) é um nível associado à infraestrutura. As aplicações e o banco de dados são rodados nele, o que evita despesas muito altas com a gestão de servidores físicos privativos, como os data centers próprios.

Trata-se de uma modalidade de serviços cloud voltada às empresas que não se interessam em manter seus próprios hardwares. Assim, os custos com as máquinas, como energia e climatização, são arcados pela Google, que cobra das companhias apenas a parte dos recursos da GCP que realmente for usufruída.

Com a IaaS, cada recurso é disponibilizado como um elemento isolado. Dessa forma, o provedor de serviços de cloud computing faz o gerenciamento da infraestrutura, enquanto as contratantes instalam, configuram e operam seus softwares próprios, como sistemas operacionais, apps e middlewares.

Conquiste escalabilidade

As soluções da Google Cloud Platform proporcionam uma melhor supervisão do sistema de cloud computing. Isso se deve à sua alta escalabilidade, calcada na maior e mais completa infraestrutura de data centers do mundo.

Assim, é possível fazer adequações de forma simples e rápida sempre que uma empresa quiser aumentar a capacidade computacional de seus arquivos, apps e demais recursos de TI.

A alta escalabilidade é uma aliada na hora de enfrentar a concorrência. Isso porque ela permite que a companhia se adapte mais rapidamente às alterações de comportamento de seu público-consumidor.

Você pode ampliar ou reduzir o uso de espaço na plataforma conforme a sazonalidade do mercado ou então para alguma ação específica, tudo sempre de forma rápida e prática, pagando apenas por aquilo que usar.

Dessa forma, a Google Cloud Platform permite uma melhora significativa em suas rotinas operacionais. Como consequência, o departamento de TI (Tecnologia da Informação) não precisa se preocupar em atualizar as condições dos sistemas cloud, efetuar backups e tampouco administrar as redes.

Como resultado, a equipe de TI fica livre para se dedicar a projetos mais decisivos do negócio. Afinal, sem o peso da manutenção da infraestrutura de cloud, esses profissionais têm mais tempo para acompanhar as principais tendências de tecnologia.

Além disso, a empresa obtém um aumento em sua capacidade competitiva e seu poder de inovação.

Gaste menos com TI

Os serviços da plataforma em nuvem da Google acabam contribuindo para a diminuição das despesas com TI. Como é possível alugar os servidores e hardwares, não há mais gastos com a conservação desses sistemas.

Os recursos das máquinas virtuais incluem uma lista muito ampla para combater vírus e outras vulnerabilidades da internet. Também existe uma economia com o uso de ferramentas de Big Data e Machine Learning, já que a Google Cloud Platform conta com um alto desempenho a preços acessíveis.

Outra vantagem é que você não precisará ter uma equipe interna para cuidar exclusivamente dos data centers ou servidores, já que toda essa operação passará a ser feita diretamente pela Google. Ou seja, você terá mais economia com a adoção dessa fantástica ferramenta.

Ganhe mais segurança

A GCP também é referência no quesito segurança, pois tem mais de 15 anos de experiência em preservar dados de clientes seguros em aplicativos de escala mundial (como Gmail e Search). Assim, os recursos tecnológicos e as informações baseadas nessa interface conquistam o mesmo padrão de alto nível de proteção do acervo corporativo.

Há opções avançadas de defesa tecnológica, como a autenticação de dois fatores — com camadas extras de proteção —, o gerenciamento estruturado dos acessos e a permanente pesquisa nos sistemas à procura de falhas ou instabilidades.

Isso é fundamental para aumentar o controle sobre a guarda de documentos e informes, além de reduzir o Shadow It. Afinal, com segurança e alta velocidade, não há razão para adotar sistemas de tecnologia periféricos ou informais.

O uso da Google Cloud Platform proporciona, também, segurança extra aos seus arquivos, pois, além de evitar que eles sejam acessados por alguém sem autorização, garante que estejam hospedados na nuvem, evitando que se percam em caso de problemas com computadores ou data centers.

É necessário, ainda, considerar que, em caso de troca de computadores, automaticamente qualquer arquivo possa ser acessado, usando para isso as credenciais necessárias para acesso.

Contrate os serviços de modo mais vantajoso

A melhor e mais importante vantagem da GCP é poder utilizar a estrutura da Google para guardar os dados e criar aplicações em nuvem. Por essa razão, uma das maneiras mais proveitosas de acessar tais serviços é por meio de um suporte de empresas especializadas em integração e desenvolvimento de soluções da marca.

Além da criação de apps, esses prestadores de serviços de TI são capazes de integrar um sistema às ferramentas do G Suite, o que simplifica a comunicação e a colaboração entre os funcionários. Como resultado, há um impacto bastante positivo nas rotinas operacionais.

O G Suite, por exemplo, conta com:

  • e-mail corporativo de 30 GB;
  • armazenamento sem limite;
  • instrumentos para acelerar o ritmo produtivo (como formulários, documentos e planilhas);
  • mobilidade;
  • espaço para trabalhos colaborativos e estratégias de engajamento.

Assim, torna-se viável aumentar a produtividade do time de vendas, já que os colaboradores terão em mãos aplicativos de vanguarda na nuvem, o que ajuda a encantar os clientes. Vale lembrar que tudo isso não gera perdas de segurança ou disponibilidade.

Excelente custo-benefício

Como você acompanhou até aqui, usar a Google Cloud Platform traz uma série de benefícios, sem contar que você deixa de se preocupar com a instalação de servidores físicos ou investir em novos data centers e toda a estrutura necessária para seu funcionamento. De forma geral, é possível afirmar que adotando a ferramenta você terá uma economia considerável em curto, médio e longo prazo.

E com sua escalabilidade, a plataforma se adapta às suas necessidades de forma rápida e prática, bastando requerer aumento ou redução das quantidades de armazenamento.

E o melhor disso tudo é que você pagará apenas por aquilo que usar, contando com um serviço de excelência, segurança e tendo uma equipe técnica qualificada para dar todo o suporte necessário.

Você terá vantagem competitiva

Adquirindo os planos da Google Cloud Platform você passará a contar com uma vantagem competitiva em relação a seus concorrentes, já que terá mais agilidade e controle de todos os processos.

Os profissionais de TI da sua empresa poderão se dedicar ao aperfeiçoamento dos processos, em vez de terem que resolver problemas com servidores, acessos à rede e ter a preocupação constante com os backups, para que nenhuma informação da empresa seja perdida. Com a Google Cloud Platform, todos esses processos tornam-se automáticos e praticamente imunes a erros.

Vale destacar ainda a incrível velocidade de processamento de dados que a plataforma oferece. Essa agilidade e fluidez permite que os projetos possam ser desenvolvidos de forma mais eficiente e dinâmica. Em contrapartida, há significativa redução de tempo para entrega dos trabalhos, o que otimiza os custos produtivos da empresa.

Recursos disponíveis

Para aproveitar todos os recursos que a Cloud Platform da Google tem a oferecer, a empresa deve explorar os serviços que oferecem soluções práticas e inovadoras. Veja quais são.

Google App Engine

Esse segmento da plataforma permite que os desenvolvedores tenham acesso a hospedagens escalonáveis da Google, uma vez que as ferramentas de desenvolvimento de softwares podem ser utilizadas para criar no próprio App Engine.

Google Compute Engine

Esse serviço permite aos usuários a hospedagem de workloads.

Google Container Engine

Com essa ferramenta, é possível gerir containers dockers executados dentro da própria plataforma de Cloud da Google. O Container Engine é baseado na tecnologia container Google Kubernets.

Google Cloud Storage

Projetada para o armazenamento específico de grandes volumes de dados, a Cloud Storage fornece aos usuários muitas opções de armazenamento de bancos de dados, como o Cloud SQL para fully-relational MySQL, o Cloud Datastore para NoSQL, armazenamento não relacional, entre outros.

Casos de uso da Google Cloud Platform

Confira agora quais são os principais usos das ferramentas da Cloud Platform e quais são as suas vantagens:

  • renderização: aproveite todas as ferramentas de modelagem em 3D com o poder computacional e o alcance da infraestrutura da Google;
  • transmissão ao vivo: a Cloud Platform fornece uma impressionante originação de stream, ao vivo e sem falhas;
  • codificação e transcodificação de vídeo: a tecnologia de codificação exclusiva em nuvem híbrida mescla o poder e a escala de tecnologias de nuvem da Google e as vantagens do processamento local;
  • edição na nuvem: corte vídeos no seu computador ou dispositivo móvel à medida que eles são gravados;
  • distribuição premium e em redes sociais: é possível distribuir os seus conteúdos para provedores premium, como o Comcast, Netflix, Hulu, entre outros, além das redes sociais como Facebook, YouTube e Twitter;
  • inserção de anúncios dinâmicos: insira anúncios interativos de acordo com cada usuário e elimine o armazenamento em buffer, seja em transmissões ao vivo ou em vídeo sob demanda, na tela de qualquer dispositivo;
  • CDN: o Google Cloud CDN utiliza os pontos de presença de extremidade, distribuídos globalmente, e acelera a entrega de conteúdos para sites e aplicativos por meio do Google Compute Engine e também do Google Cloud Storage;
  • API Video Intelligence: essa ferramenta torna os vídeos pesquisáveis e detectáveis a partir da extração de metadados com uma simples API REST.

A Google Cloud Platform em comparação a outros serviços na web

Da mesma forma que plataformas como a Amazon AWS, a Cloud Platform da Google oferece aos gestores de TI um amplo controle da sua infraestrutura de cloud computing. Todos os controles de segurança são amplos, com backups programados. Além disso, o nível de escalabilidade é ampliado a partir de uma infraestrutura de data centers espalhada em todo o planeta.

Atualmente, serviços como o Spotify já fazem uso da Google Cloud Platform para armazenarem seus dados. Eles contam com um bom suporte ao usuário. Outro ponto de destaque dessa ferramenta é a integração com outros serviços da Google, permitindo uma maior integração com a G Suite, além de outras ferramentas da empresa.

Como você pôde notar, com a Google Cloud Platform, é possível facilitar os processos de vendas e promover o acesso a todos os dados dos clientes de forma segura, rápida e veloz. O suporte de empresas com know-how em TI permite intensificar todas as vantagens da computação em nuvem.

Lembre-se, ainda, de que, ao aderir à plataforma, você passará a contar com os serviços de uma das principais empresas da área tecnológica do mundo, que hoje é sinônimo de qualidade e confiança no armazenamento de dados na nuvem.

Para garantir o máximo de qualidade e eficiência, conte ainda com o suporte de uma empresa como a Multiedro, que é especialista em fornecer as melhores soluções para sua empresa.

Em nosso artigo, procuramos tirar todas as suas dúvidas de como funciona a Google Cloud Platform. Se você gostou deste conteúdo, compartilhe-o nas redes sociais para que mais pessoas possam ter acesso a essas informações importantes!